Como um correspondente jurídico pode divulgar seu trabalho?

O correspondente jurídico deve realizar uma boa divulgação de seus serviços para crescer profissionalmente, pois é preciso se destacar para conseguir novas contratações em um mercado tão competitivo como o do Direito.

Além de contar com a criatividade, o prestador de serviços tem de lidar com as limitações impostas pelo Código de Ética e Disciplina da OAB e esse fato cria muitas dúvidas sobre qual seria a melhor estratégia de marketing.

Seja um correspondente jurídico Adlogados

Por isso, no presente artigo, sugerimos quatro excelentes medidas para divulgar seus serviços em conformidade com a lei.

Construir uma presença digital forte

A internet é o principal canal de busca por correspondentes jurídicos, sendo o veículo responsável pelo crescimento dessa função nos últimos anos. Com efeito, uma presença digital forte é o ponto de partida para uma divulgação adequada dos serviços profissionais.

Nesse sentido, o primeiro passo é criar canais de comunicação com potenciais contratantes, como perfil em redes sociais, cadastro em plataformas online de correspondência, site profissional e afins.

Além disso, a produção e disponibilização de conteúdo jurídico pode ser uma maneira de construir autoridade sobre uma matéria e, assim, melhorar a imagem profissional. Por exemplo, ao postar sobre audiências trabalhistas, o advogado demonstra sua experiência na realização desse tipo de tarefa.

Investir em automação do marketing

Um segundo passo para o crescimento é investir em plataformas online que permitem divulgação automática dos serviços profissionais, principalmente com a veiculação de anúncios informando a área de atuação, tarefas realizadas e meios de contato.

Igualmente, é importante que o software responsável pelo marketing também ofereça opções para melhorar a presença digital. São itens importantes:

  • possibilidade de publicar artigos;
  • design atrativo para os potenciais clientes;
  • acesso às informações profissionais;
  • localização em sites de busca.

Por fim, vale ressaltar que essas plataformas geralmente disponibilizam planos diferentes e isso pode facilitar a prospecção e a conquista de novos clientes. Logo, é interessante analisar a relação custo-benefício dessas ofertas.

Usar o e-mail marketing

O e-mail é uma ferramenta importante para manter a base de clientes interessada em novos serviços. A estratégia cria um contato mais frequente por meio de conteúdo enviado periodicamente.

No entanto, a única forma admitida de divulgação via correio eletrônico é a comunicação para clientes cadastrados ou assinantes de uma newsletter. Ou seja, as leis de ética profissional proíbem o envio de publicidade sem consentimento prévio.

Vale ressaltar que a mensagem deve ter caráter informativo, sem a oferta de benefícios, descontos, promoções etc. O ideal é elaborar conteúdo jurídico constantemente e manter os potenciais contratantes informados via e-mail.

Desenvolver uma boa relação com o cliente

Ao longo da carreira, os advogados tendem a criar uma ampla rede de contato com outros profissionais da área, principalmente com pessoas que frequentam o ambiente de fórum, audiência, cartórios etc.

Consequentemente, quando os serviços são bem realizados, o marketing boca a boca conduz naturalmente a novas contratações. Por exemplo, imagine que um cliente solicitou o resultado de um mandado de citação e o correspondente jurídico fez as cópias com presteza e exatidão. Quem será indicado se um companheiro de trabalho sofrer com um problema semelhante?

Por isso, cuide dos seguintes pilares para desenvolver uma boa relação com o cliente e gozar de uma divulgação orgânica dos serviços:

  • on time and in full: as tarefas devem ser cumpridas no prazo estabelecido (on time) e na sua integralidade, condições e exigências (in full);
  • velocidade: ser ágil nas diligências aumenta o valor entregue ao cliente, uma vez que ele terá um prazo maior para dar andamentos;
  • qualidade: o ideal é oferecer informações completas, cópias legíveis etc.
  • empatia: sempre se coloque no lugar do profissional que necessita de audiências, diligências, despachos e atos e busque satisfazer essas demandas.

Com isso, o correspondente jurídico alia as medidas de marketing online com a divulgação pessoal, realizada pelos advogados que já utilizaram seus serviços.

Se você quiser continuar se aprimorando com conteúdos relevantes para sua carreira, assine nossa newsletter!

Este artigo foi escrito por Adlogados